SINDICATO DOS SERVIDORES

DA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA

DO ESTADO DA BAHIA

Data: 22/02/2016

Nota de Esclarecimento

A diretoria do Sindicato dos Servidores da Assembleia Legislativa do Estado da Bahia (Sindsalba) esclarece que ao contrário do que foi publicado na coluna do jornalista Levi Vasconcelos, Tempo Presente do jornal A Tarde, da última sexta-feira (12), "Zavascki impõe nova derrota ao governo", o valor devido no processo do reajuste diferenciado dos servidores do Legislativo baiano não é de 400 milhões

A diretoria do Sindicato dos Servidores da Assembleia Legislativa do Estado da Bahia (Sindsalba) esclarece que ao contrário do que foi publicado na coluna do jornalista Levi Vasconcelos, Tempo Presente do jornal A Tarde, da última sexta-feira (12), “Zavascki impõe nova derrota ao governo”, o valor devido no processo do reajuste diferenciado dos servidores do Legislativo baiano não é de 400 milhões. O valor que deve ser pago pela Assembleia Legislativa e que que está sendo citado na decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal, Teori Zavascki, refere-se a duas ações que foram julgadas e tramitadas, uma que corresponde a 128 mil reais e a outra de 133 mil reais. Portanto, o valor informado pelo presidente da Alba, deputado Marcelo Nilo, e publicado na coluna do referido jornalista, não está correto.

 

Quanto a afirmação que jornalista fez em seu texto de que os “servidores nem tchun. Fazem festa” não corresponde com a verdade e o Sindsalba lamenta tal declaração. Esses servidores trabalham todos os dias dignamente e estão apenas lutando pelo que lhes foi concedido por lei há mais de 20 anos e que está sendo negado de forma arbitrária pelo atual presidente da Assembleia Legislativa, deputado Marcelo Nilo.

 

Com o objetivo de defender esses trabalhadores e esclarecer a situação, a diretoria do Sindsalba enviou nota de esclarecimento para o jornalista Levi Vasconcelos que publicou uma nova nota em sua coluna, conforme imagem abaixo.

A_TARDE18_de_Fevereiro_de_2016A_Tardepag2-page-001

O Sindsalba defende os trabalhadores da Assembleia Legislativa da Bahia, luta para que seus direitos sejam garantidos e espera que a justiça prevaleça e que a lei seja cumprida.

Clique AQUI e confira a publicação “Zavascki impõe nova derrota ao governo” da coluna Tempo Presente.




Comentários