SINDICATO DOS SERVIDORES

DA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA

DO ESTADO DA BAHIA

Data: 16/03/2018

Nota de pesar: Marielle Franco

A Diretoria Executiva do SINDSALBA manifesta profundo pesar diante do assassinato da ativista Marielle Franco, vereadora pelo PSOL no município do Rio de Janeiro, e de seu motorista, Anderson Pedro Gomes, na noite de quarta-feira (14/03).

A Diretoria Executiva do SINDSALBA manifesta profundo pesar diante do assassinato da ativista Marielle Franco, vereadora pelo PSOL no município do Rio de Janeiro, e de seu motorista, Anderson Pedro Gomes, na noite de quarta-feira (14/03).

Eleita com 46.504 votos, Marielle foi a quinta vereadora mais votada nas eleições de 2016. Mulher, mãe, negra, jovem ativista, defensora dos direitos humanos, Marielle presidia a Comissão Mulher da Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro e, recentemente, tornara-se relatora da Comissão Parlamentar criada para acompanhar a Intervenção Federal no Estado do Rio de Janeiro.

Em sua trajetória, Marielle Franco protagonizou incansável luta pela garantia dos direitos humanos e contra desigualdades, engajando-se com afinco na defesa dos direitos das mulheres negras, dos moradores de favelas e na denúncia corajosa de violência policial praticada contra a população das periferias cariocas.

No último sábado, 10 de março, Marielle Franco havia denunciado uma ação da PM na região do Irajá, comunidade de Acari. As circunstâncias da sua morte são estranhas e exigem apuração imediata e rigorosa, para que não restem dúvidas quanto aos autores e a motivação desse crime hediondo.

A luta de Marielle é uma inspiração para todos aqueles que batalham por um Brasil mais justo e por uma sociedade mais democrática, sem preconceitos, violências, abusos e opressões.

Diretoria Executiva do Sindsalba

Marielle, presente!




Comentários