SINDICATO DOS SERVIDORES

DA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA

DO ESTADO DA BAHIA

Data: 18/10/2017

Novo PCCS é aprovado por unanimidade

Após meses de trabalho, negociação e empenho do Sindsalba os servidores da Assembleia Legislativa da Bahia já contam com um novo Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS). O PL 22.476/17 foi aprovado por unanimidade nesta terça-feira (17) na ALBA.

votacao_pccs (2)

Aprovação do PCCS por unanimidade foi comemorada pela Comissão e pelos servidores.

Após meses de trabalho, negociação e empenho do Sindsalba os servidores da Assembleia Legislativa da Bahia já contam com um novo Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS). O PL 22.476/17 foi aprovado por unanimidade nesta terça-feira (17) na ALBA.

Com a aprovação do novo PCCS todas as ações judiciais serão retiradas, economizando em torno de R$600 milhões em passivos para o Estado. Para o presidente do Sindsalba, Gilmar Carneiro, essa é uma vitória de todos os servidores da Casa. “Essa era uma reivindicação antiga dos servidores e essa é uma vitória merecida de todos nós”, celebrou Carneiro.

votacao_pccs (1)O novo PCCS foi uma promessa do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ângelo Coronel, antes mesmo de assumir a gestão. “Foi aprovado por unanimidade, pois toda a Casa viu que era preciso consertar algumas distorções. Contamos também com o Poder Executivo, que em momento algum apresentou objeção. Com as economias que fizemos ao longo deste ano, a gente já começa a implantar uma parte do plano”, pontuou Coronel.

O PL 22.476/17 será encaminhado para sanção do governador Rui Costa, para em seguida ser implementado pela Assembleia Legislativa.

O projeto foi elaborado pela comissão paritária, composta pelos diretores do Sindsalba, Gilmar Carneiro e Flávio de Abreu; os representantes da Assalba, Armando Velloso e Carlos Roberto; os deputados Luciano Simões Filho (PMDB) e Alex Lima (PTN); pelo chefe de gabinete da presidência, Márcio Barreto e pelo superintendente de Recursos Humanos, Francisco Raposo; o diretor parlamentar, Geraldo Mascarenhas; o representante da Procuradoria, Graciliano Bonfim e da assessoria técnica Ana Paula e Edgar.




Comentários